FLORAIS DE BACH

Os Florais de Bach, assim como outras formas de medicina natural, tem efeito através do tratamento do indivíduo como um todo em sua fase de disfunção e não da doença ou dos seus sintomas.

Eles atuam especificamente na condição emocional da pessoa afetada, sendo que, duas pessoas com a mesma queixa podem beneficiar de Florais de Bach diferentes.

O efeito, ao tomar-se as Essências Florais de Bach, não é de suprimir as atitudes negativas e sim de transformá-las em positivas, estimulando o próprio potencial de auto-cura da pessoa, libertando o sistema físico para empenhar-se completamente na luta contra a doença e o stress. A pessoa não necessita de estar doente fisicamente para beneficiar dos Florais de Bach.

É normal as pessoas passarem por períodos de dificuldades e fadiga, podendo originar a instalação de um estado de negativismo. Nestes momentos os Florais de Bach são fundamentais, restaurando o equilíbrio antes que os sintomas físicos apareçam.

As Essências Florais de Bach são únicas, simples de usar por qualquer pessoa, sem necessidade de acompanhamento médico específico, apropriadas para toda a família, não criando situações de dependência seja qual for o período de utilização e estão disponíveis em grande parte de estabelecimentos naturistas.

É importante destacar que a presente terapia não dispensa o tratamento médico para a cura das doenças físicas.

O Que São Os Florais de Bach

Quando nos sentimos bem, realizados e felizes, estamos em equilíbrio com tudo e conseguimos transmitir aos nosso familiares e amigos somente bons fluidos.

Porém, com os acontecimentos da vida, às vezes precisamos de um pouco de ajuda para alcançarmos este equilíbrio e seguirmos em frente. É nesse momento que os Florais de Bach podem ajudá-lo.

Criados por um médico inglês nos anos 30, os Florais de Bach são 38 essências de plantas e florais que podem ajudá-lo a administrar as pressões emocionais do dia-a-dia. Cada floral é indicado a uma emoção específica. Pode ser tomando individualmente ou misturado de acordo com o que estiver sentindo.

Pesquisas recentes sobre as emoções e o sistema imunológico reforçam o ponto de vista de que a saúde emocional e a saúde física estão relacionadas.
Cada vez mais, peritos médicos concordam que uma mente saudável garante realmente um corpo saudável. Os Florais de Bach podem ajudá-lo a controlar os seus sentimentos e aproveitar melhor a vida.

De Onde Vêm Os Florais de Bach

Edward Bach foi um médico de Harley Street, bacteriologista e pesquisador bem conhecido. Identificou 38 estados negativos da mente e criou uma essência floral ou de planta para cada um. Passou os últimos anos de sua vida num pequeno chalé chamado Mount Vernon e foi ali que ele concluiu suas pesquisas. Hoje Mount Vernon é mais conhecido como The Bach Centre (O Centro Bach) e os atuais responsáveis continuam a produzir as tinturas mãe (o primeiro processo na elaboração dos Florais) utilizando em muitos casos os mesmos locais identificados por Dr. Bach nos anos 30.

Pensamentos de Bach:

"A doença é o resultado do conflito entre a alma e a mente, e ela jamais será erradicada exceto por meio de esforços mentais e espirituais".

"Nossa saúde física depende do nosso modo de pensar, dos nossos sentimentos e emoções".

"As doenças reais e básicas no homem são certos defeitos como o orgulho, a crueldade, o ódio, o egoísmo, a ignorância, a instabilidade e a ambição... tais defeitos é que constituem a verdadeira doença..., e a continuidade desses defeitos, se persistirmos neles,... é o que ocasiona no corpo os efeitos prejudiciais que conhecemos como enfermidades".

"Os medicamentos devem atuar sobre as causas e não sobre os efeitos, corrigindo o desequilíbrio emocional no campo energético".

Somente a Assinatura Bach garante que você adquiriu os Florais de Bach Originais, elaborados como sempre foram desde os tempos de Dr. Bach, com tinturas produzidas exclusivamente no The Bach Centre em Mount Vermon.


Florais de Bach – parte I – A origem dos Florais de Bach


© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Histórico

"A saúde é uma herança nossa, nosso direito. É a completa e total união entre alma, mente e corpo e isso não é um ideal longínquo e difícil de alcançar, mas tão simples e natural que muitos de nós o negligenciamos".

Dr. Edward Bach (1886 - 1936)

Florais de Bach é uma terapia alternativa, holística, desenvolvida por Edward Bach em 1929, que procura tratar problemas emocionais. É uma terapia floral envolvendo 38 tipos de flores que constituem essências. São remédios líquidos naturais, altamente diluídos, destinados principalmente à cura de problemas emocionais. É uma terapia não reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina do Brasil.

Histórico

O Dr. Edward Bach (1886-1936) nasceu em 1886, no povoado de Moseley, perto de Birmingham, na Inglaterra. Desde criança demonstrou uma grande sensibilidade e um grande amor pela natureza. Quando jovem demonstrou sua aptidão para a medicina.

Aos 20 anos ingressou na Faculdade de Medicina de Birmingham e após a conclusão do curso, especializou-se em bacteriologia, imunologia e saúde pública. Foi pioneiro na área das vacinas. Desenvolveu vacinas conhecidas como "Nosódios de Bach", utilizadas com grande sucesso no tratamento de doenças intestinais.

Em 1919, passou a trabalhar como patologista e bacteriologista do Hospital Homeopático de Londres, onde pode desenvolver suas próprias idéias sobre homeopatia. Recebeu forte influência das idéias de Hahnemann, o pai da Homeopatia. Em 1929, o Dr. Bach era respeitado como médico em toda Europa, mas ao viver um grave problema de ordem pessoal e obedecendo a um chamado interior, abandonou todas as suas atividades e partiu para o campo, em busca de uma forma terapêutica original. Entre 1930 e 1934, descobriu os 38 remédios florais e escreveu os fundamentos de sua nova medicina publicados no livro "Heal Thyself". De volta à cidade, curado, o Dr. Bach pôde verificar a eficácia das suas essências florais e a ajuda que as mesmas poderiam proporcionar a doenças de origem emocional. Foi, entretanto, muito criticado pela comunidade medica européia.

Sofreu experiência pessoal importante ao perder sua esposa precocemente e desenvolver logo a seguir uma doença que foi diagnosticada como câncer por seus colegas, tendo lhe sido dado apenas três meses de vida. Edward Bach não se conformou com o diagnóstico e também com o prognóstico e foi procurar na natureza uma idéia que vinha germinando há anos em sua cabeça. Acreditava que as doenças eram devidas a uma desarmonia entre o corpo, a alma e o espírito devido à presença de energia negativa. Passou então a trabalhar com o desenvolvimento de um método natural que retirava energia positiva da natureza, utilizando as flores.

Como médico o Dr. Bach pode observar como os pacientes reagiam às enfermidades e como essa reação influenciava o curso das doenças. Observou, entretanto, que o mesmo tratamento, aplicado a pessoas diferentes, nem sempre surtia o mesmo efeito. Percebeu também, que medicamentos eficazes para algumas pessoas, nem sempre atuavam em outras, e que pacientes com temperamento similares se curavam com remédios também similares. Ficou evidente a importância da índole do doente e que esta tinha influência no tratamento a ser ministrado, e o mais importante, o corpo físico ficou menos importante que o equilíbrio emocional. Classificou as pessoas em 7 grupos diferentes, em função das características de comportamento: desespero, desinteresse, incerteza, medo, preocupação excessiva, muito influenciável e solidão.

Bach considerava que a doença não era somente devida a uma disfunção da "máquina humana" mas fruto da desarmonia entre o corpo e a mente. Os sintomas de uma doença seriam a expressão externa, a manifestação de estado emocional negativo. O dogma da Homeopatia é "tratar a pessoa e não a doença" e para Bach o importante é tratar a "personalidade da pessoa e não a doença", pois considerava ser a doença o resultado do conflito entre a alma e a personalidade. Acreditava que "o sofrimento é mensageiro de uma lição e a alma manda a doença para nos corrigir, para nos colocar no caminho certo. O mal nada mais é do que o bem fora de lugar...". Considerava como estados emocionais negativos a tristeza, o medo, a insatisfação, a impaciência, a melancolia, etc. Amante da natureza, Bach encontrou os medicamentos para a alma, entre as flores. Colocava a pétala da flor em sua língua e interpretava a sua ação, passando a classificar diferentes flores selvagens, arbustos e até arvores. Acreditava que seus florais transformavam atitudes negativas em positivas, estimulando o potencial de autocura que existe nas pessoas.

O Dr. Bach morreu em 1936, aos 50 anos de idade, deixando com o seu trabalho as essências florais que são utilizadas até hoje. O enfoque do Dr. Bach possibilitou uma nova visão das doenças, buscando uma razão emocional para as mesmas e tratando-as com uma combinação das suas 38 essências florais. Colaboradores seus deram continuidade ao seu trabalho, com a criação do Centro Bach. O seu método terapêutico, entretanto, ainda não foi aceito pela medicina tradicional.


Florais de Bach – parte II – Aplicação prática


© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Florais de Bach
- Os Florais e Suas Indicações
- As 38 Essências Florais de Bach:
- Bach dividiu as flores em 7 grupos:
- A Terapia Floral
- Conceitos Atuais
- Florais e o Mundo Científico

Florais de Bach

O método desenvolvido por Bach procura retirar a energia do ambiente e colocá-la nas flores. Para Bach "os remédios elevam nossas vibrações e abrem nossos canais para a recuperação do Eu espiritual". A cura se dá não pelo combate à doença, mas pelas "sublimes vibrações" captadas pelo remédio de floral na natureza. Bach acreditava "que não há cura autêntica, sem que exista uma mudança de perspectiva, uma serenidade mental e uma felicidade interna".

A produção dos florais de Bach é feita de duas maneiras. O método do sol: as flores são colhidas no verão, em dia de sol e no período de sol a pino. As flores são colocadas em frasco com água colhida na primavera, no mesmo local. O frasco permanece ao sol por 2 a 4 horas. Bach acreditava que desta maneira, o sol transfere as suas vibrações às flores, tornando-as energeticamente impregnadas. As flores são então removidas dessa solução e misturadas ao álcool em porções iguais para a sua preservação. Bach utilizava "brandy" ou "whisky". O líquido é guardado em garrafas.

No tratamento a medicação é diluída em água. O outro método é o do cozimento ou fervura, sendo utilizado para as flores que não são colhidas ao sol. As flores são fervidas, filtradas e também conservadas em álcool. O floral é administrado por via oral, em gotas, sendo utilizadas formulações muito variadas.

Os Florais e Suas Indicações

Os florais estão indicados no tratamento do estresse, da depressão, medo, ansiedade, pânico, desespero, sentimentos de culpa, fadiga, cansaço mental, solidão, tristeza, insegurança, indecisão, ciúmes, ódio, mágoas, etc. O tratamento com florais também está indicado para uso em animais.

Existem 38 Essências Florais de Bach, preparadas a partir dos florais, cada uma para um estado emocional específico. Existe uma combinação de cinco florais de Bach designados para situações difíceis denominada "Rescue Remedy".

Trinta e sete florais são flores de arbustos e de árvores silvestres e um floral ("Rock Water") é feito com água pura de fonte. A escolha do floral ou dos florais a serem usados é feita em função do estado emocional da pessoa. São combinadas em um mesmo frasco até sete essências. O "Rescue Remedy" combina cinco essências.

As 38 Essências Florais de Bach:

AGRIMONY (AGRIMONIA) -rosácea. : ansiedade, infelicidade, tortura interna, violência.
ASPEN: medo, mau pressentimento, dor no peito, feitiçaria.
BEECH (FAIA): arrogância, intolerância, antipatia, onipotência.
CENTAURY: submissão, fraqueza, personalidade frágil.
CERATO: insegurança, falta de autoconfiança.
CHERRY PLUM (CEREJA): descontrole, tentativa de suicídio, movimentos incontroláveis, enurese noturna.
CHESTNUT BUD (CASTANHA): erros recorrentes, falta de memória, ignora o passado, não aprende com a experiência.
CHICORIA: pessoa dominadora, egoísmo, carente, quer mudar pessoas, mal amado, medo de ficar só, asma.
CLEMATIS (CLEMATITE): sonhador, mãos frias, fantasias, ilusões, ausência.Dificuldade de concretizar objetivos.
CRAB APPLE (MAÇÃ): resfriados, febre, obsessão por limpeza,
ELM (OLMO): fraqueza ocasional, inabilidade, falhas. "brancos". Sobrecarga de obrigações.
GENTIAN (GENCIANA): personalidade negativa, dúvida, depressão ocasional, sensação de vítima.
GORSE (TOJO): falta de esperança, doença crônica, "caso perdido".
HEATHER (URZE): falta de atenção, carência afetiva, narcisista, centrado em si mesmo.
HOLLY (AZEVINHA): raiva, ódio, inveja, coração de pedra, falta de senso de humor, mau humor.
HONEY SUCKLE: vive no passado, abandonado, órfão, saudoso, solitário, só lembra dos bons tempos.
HORNBEAM: exaustão mental, estafa, fadiga.
IMPATIENT: impaciente, solitário, medidas precipitadas.
LARCH: insegurança, esperando sempre falhar, sempre doente, inferiorizado.
MIMULUS: envergonhado, medo de solidão, detesta multidões, frieza, timidez.
MUSTARDA: depressão endógena, depressão sem causa, tristeza, TPM, tudo cinza.
OAK (CARVALHO): cansado, mas incansável, sem lazer, perseverante, "work aholics".
OLIVA: fadiga, cansaço extremo, queda de cabelos.
PINHO: complexo de culpa, insatisfação, acha que está sempre errado, problemas religiosos, tudo se deve ao destino.
RED CHESTNUT (CASTANHA VERMELHA): aborrece-se facilmente, preocupação excessiva, sempre imagina coisas ruins.
ROCK ROSE: pânico, terror, sensação de morte.
ROCK WATER: auto-exigente, perfeccionista, moralista, idealista, sensação de ser sempre reconhecido, rigidez, combate o prazer e a felicidade, fanatismo, vegetariano, etc.
SCLERANTUS: instabilidade, incerteza, ciclotimia, mudanças de comportamento.
STAR DE BETHLEHEM: traumas, choques, queimaduras, acidentes, frustrações. Depressão. Cicatrização.
SWEET CHESTNUT: angustia, tristeza, sentimentos de isolamento, medo de colapso.
VERVAIN: euforia excessiva, entusiasmo, luta pelos ideais, nunca desiste, não sabe relaxar.
VINE: dominador, líder, ambição, egocêntrico, vaidoso, sádico, dono da verdade, cruel com terceiros.
WALNUT: estados de transição: puberdade, viagens, doenças, crises, gravidez.
WATER VIOLET: solitário, reservado, arrogante, polido, problemas de relacionamento, fechado, não demonstra sentimentos.
WHITE CHESTNUT: obsessivo, pensamentos repetitivos, insônia, falta de concentração. Dificuldade em aprender com erros do passado.
WILD OAT: incerteza de qual caminho seguir, sempre mudando de objetivos, sempre procurando objetivos, cansaço.
WILD ROSE: apatia, resignação, impotência, desânimo.
WILLOW: Ressentimento, mágoa, amargura, ressentimento, autopiedade.
RESCUE REMEDY: É um combinado de flores, para ser utilizado em situações de urgência: acidentes, más notícias, choques, traumas, crises, tensão, enjôos, etc.

Bach dividiu as flores em 7 grupos:

Tratamento do medo: Rock rose, Mimulus, Cherry plum, Red chestnut, Aspen.
Tratamento do desespero: Larch, crab apple, pine, Elm, Sweet chestnut, Star of bethlehem, Willow, Oak.
Preocupação excessiva: Agrimony, Centaury, Walnut, Holly
Tratamento da incerteza, dúvida: Cerato, Sclerantus, Gentian, Gorse, Horn beam, Wild oat
Desinteresse: Clematis, Honey suckle, Wild rose, Olive, White chestnut, Mustard, Chestnut bud.
Tratamento da solidão: Water violet, Impatients, Heather
Tratamento de quem sofre pelos outros (influenciável): Chicory, Vervain, Vine, Beech, Rock water.

A Terapia Floral

A consulta é feita por terapeuta e dura 50 minutos. O terapeuta procura identificar o estado emocional da pessoa e orientá-la com o floral correto. As consultas são semanais e podem durar meses em função da evolução do estado emocional. A automedicação é permitida em pessoas com bom grau de autoconhecimento.

A essência é usada em gotas colocadas em água pura. A dose varia em cada situação, sendo utilizada em geral quatro gotas quatro vezes ao dia.

Os estados emocionais mais importantes são o medo, a incerteza, a insegurança, desinteresse, solidão, hipersensibilidade a influências externas, desespero, cuidado excessivo com outras pessoas.

A Fundação Edward Bach (The Dr Edward Bach Centre, Mount Vernon, Bakers Lane, Sotwell, Oxon, OX10 0PZ, Reino Unido) recomenda cursos do Programa Internacional Oficial de Educação Bach para a formação de terapeutas.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária não considera Floral de Bach um medicamento ou droga. A sua comercialização não pode conter indicações terapêuticas com finalidades curativas ou preventivas.

Conceitos Atuais

Os Florais de Bach ajudam a ultrapassar os estados emocionais do dia a dia, mais em sintonia com as tendências de cura natural dos tempos atuais.

Os Florais de Bach, assim como outras formas de medicina natural, têm efeito através do tratamento dos sintomas das pessoas e não da doença. Atuam especificamente na condição emocional da pessoa afetada, deste modo, duas pessoas com a mesma queixa podem se beneficiar de Florais de Bach diferentes. Por exemplo, embora possam ambas sofrer de artrite, uma talvez esteja resignada à doença, enquanto a outra talvez esteja impaciente com a enfermidade, portanto diferentes Florais de Bach serão apropriados para cada caso.

O efeito, ao tomar-se as Essências Florais de Bach, não é de suprimir as atitudes negativas e sim de transformá-las em positivas, estimulando o próprio potencial de autocura da pessoa, libertando o sistema físico para empenhar-se completamente na luta contra a doença e o stress.

A pessoa não necessita de estar doente fisicamente para beneficiar dos Florais de Bach. É normal uma pessoa passar por períodos de dificuldades e fadiga, podendo originar a instalação de um estado de negativismo. Nestes momentos os Florais de Bach são fundamentais, restaurando o equilíbrio antes que os sintomas físicos apareçam.

As Essências Florais de Bach são únicas, simples de usar por qualquer pessoa. Não criam dependência e são encontrados em estabelecimentos que comercializam produtos de homeopatia e naturais.

É importante destacar que o tratamento com florais evidentemente não dispensa o tratamento médico.

Os florais podem ser utilizados juntamente com outras medicações alopáticas ou homeopáticas, ou outras formas de terapia tradicional ou natural, sem qualquer interferência negativa.

Os Florais de Bach Originais tem suas tinturas-mãe produzidas pelo Dr. Edward Bach Centre em Inglaterra, exatamente de acordo com os métodos tradicionais criados pelo Dr. Edward Bach. Os frascos das essências originais contêm o carimbo do Bach Centre.

Florais e o Mundo Científico

Os Florais de Bach não são reconhecidos pela comunidade científica como método terapêutico. Há inúmeros trabalhos publicados em revistas cientificas sobre o assunto, relatando resultados de análises científicas realizadas com os florais. Os trabalhos seguem os critérios científicos atuais e indicam a ineficiência dos florais no tratamento de estados ansiosos. Alguns trabalhos indicam efeito terapêutico devido à sugestão

Florais de Bach não substitui tratamentos convencionais e sim complementam, agregam ou potencializam.



TOP