Oligoterapia: como ela pode ajudar seu bem estar

Com o nosso dia-a-dia atribulado e corrido, a falta de exercícios físicos e uma alimentação, muitas vezes, inadequada a base de fast food, refrigerantes e enlatados, nosso organismo começa a apresentar sintomas de falta de nutrientes, como fadiga crônica, dores de cabeça, insônia, problemas digestivos, irritabilidade, frequentes viroses e infecções, e até depressão e ansiedade.

Equilibrar novamente o organismo, promovendo o bem estar e a harmonia do funcionamento do corpo e mente é o que a Oligoterapia busca promover.

Veja como ela pode ajudar você a ficar bem!



 

OLIGOTERAPIA

A Oligoterapia objetiva, por meio de uma pesquisa pessoal, detalhada e cuidadosa, organizar e equilibrar a química do organismo, principalmente com a reposição de alguns elementos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece o papel de 18 minerais, como zinco, cálcio, ferro, magnésio, iodo, selênio e outros, chamados na terapia de oligoelementos, como fundamentais para o bom funcionamento do nosso corpo.

 

BENEFÍCIOS DA OLIGOTERAPIA

A oligoterapia oferece muitos benefícios à saúde, pois os oligoelementos são antioxidantes e funcionam como defesas naturais do nosso organismo contra os efeitos degenerativos dos radicais livres, que causam todo o tipo de lesões celulares e o envelhecimento. Assim, a reposição adequada dos minerais irá ajudar nos processos celulares, nos ciclos energéticos, na drenagem de líquidos, na quebra de gorduras, na melhora do fluxo sanguíneo, na eliminação de toxinas e no fortalecimento do sistema imune. Veja alguns benefícios específicos a seguir.

 

Importante para a função cognitiva

O boro tem sido cientificamente estudado e é comprovado que este oligoelemento é importante para o funcionamento do cérebro, especialmente na melhoria da memória, das funções cognitivas e da coordenação motora.

 

Fortalece a imunidade

Alguns estudos mostram que a adição de um ou mais oligoelementos nas dietas promove o aumento da resposta imune, fazendo com que a pessoa tenha maior resistência às doenças, principalmente às viroses e infecções.

 

Protege o coração e previne à diabetes

O cromo está ligado a um complexo macromolecular chamado GTF (Fator de Tolerância à Glicose), que combinado ao ácido nicotínico e aos aminoácidos glicina, ácido glutâmico e cisteína, aumenta a capacidade das células captarem nutrientes, especialmente glicose para geração de energia. Em caso de deficiência em cromo, há o aumento das concentrações plasmáticas da insulina que se relaciona ao aparecimento de lesões arteriais, aumento da concentração de gordura abdominal e, consequentemente, o risco de doenças cardiovasculares. O GTF também é muito importante para manutenção das taxas de colesterol no sangue em níveis baixos.

Com um papel chave no metabolismo do açúcar, o cromo também é auxiliar na prevenção da diabetes e hipoglicemia.

 

Promove o equilíbrio hormonal

Os homens que mantém um nível adequado de selênio possuem menor risco de desenvolver câncer de próstata, uma vez que a maioria dos homens com a doença possuem níveis significativamente baixos deste oligoelemento e, consequentemente, uma desordem hormonal.

Nas mulheres, uma taxa adequada de selênio reduz os sintomas da menopausa, como as ondas de calor e melhoram a aparência da pele mais idosa.

 

Previne os descontroles de peso corporal

Em estudos recentes, foi demonstrado que existe uma relação inversa entre a obesidade mórbida e o zinco, o que significa que quanto menor a taxa de zinco, maior a quantidade de gordura mórbida. Isto sugere que o zinco desempenha um papel importante em toda a cadeia de distúrbios alimentares, desde a obesidade até anorexia nervosa. Manter níveis adequados de zinco no organismo auxilia a manter o peso equilibrado e evitar o efeito sanfona.

 

Além dos benefícios físicos visíveis, com o peso equilibrado, pele mais saudável e cabelos e unhas fortes, há ainda os benefícios que você sente, como o aumento da energia para realizar as tarefas cotidianas, um maior controle das emoções, principalmente para os momentos mais estressantes, além de uma diminuição de doenças infecciosas comuns, como resfriados e viroses.

 

Agora que você já sabe alguns dos benefícios da oligoterapia, procure um terapeuta para recomendação correta de cada oligoelemento para sua saúde. Bem estar e qualidade de vida são fundamentais para você!

 

Fontes consultadas: publicações no tema da AIBR Life Sciences Division, North Caroline State University e Nature Reviews Cancer, de autoria de Alexander G. Schauss, Jerry W. Spears, Bruce N. Ames e Patricia Wakimoto.

Data da publicação: 11/02/2015
Comentários





Faça um comentário




TOP